Histórico
 Ver mensagens anteriores



Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Melodia Infinita
 Felipe
 Eu Sou Fubanga
 Samba-Choro
 Nininho Vai Sambar
 Ideias ao Vento
 Bate Tambor
 Do Meu Lado de Fora da Casinha
 Samba Carioca


Leva meu samba
 

Desse Jeito

De: Ierê Ferreira

 

O samba tem braços

Abraços e respeito!

O samba traz alegria

Faz amizade e dá direito!

É diversão!

Tem religião!

Na tradição traz multidão.

O samba canta mais alto!

No morro ou asfalto

E fala de amor no coração!

O samba ocupa espaços

E neste compasso riscado no traço

O samba é desse jeito!

 

Wilsom Moreira no Teatro Rival

 

Zeca Pagodinho na concentração da Portela

 

Camunguelo, Efison e Mauro Diniz na roda de samba do Rena.

Fotos: Ierê Ferreira

 

Brilha Pra Min.

 

Compositor: Efison

Canta: Jorge Aragão.

 

Brilha pra mim,

Mais uma vez

Brilha pra mim,

Que esse brilho de você,

Reflete em mim me faz viver.

 

Olha pra mim,

Mais uma vez

Olha pra mim,

Que uma centelha de você,

Faz todo meu amor arder!

 

Te procurei!

Entre as estrelas do sem fim,

Na maravilha sideral,

Seja meu bem,

Seja meu mal.

 

Sonho reluz,

Só mais um pouco que eu quero ter

Todo esse caso pra mim.

Sonho bonito não tem fim!

 

 

 



Escrito por Ierê Ferreira às 20h36
[] [envie esta mensagem]



Estou aí levando meu samba no Rena

Leva meu samba

1º gravação feita por Ataufo Alves em 1940.

 

Leva meu samba

Meu mensageiro

Este recado

Para o meu amor primeiro

Vá dizer que ela é a razão dos meus ais

Não, não posso mais!

 

Eu que pensava

Que podia lhe esquecer

Mais qual o quê

Aumentou o meu sofrer

Falou mais alto

No meu peito uma saudade

Mais para o caso

Não há força de vontade.

 

Aquele samba

Foi pra ver

Se comovia o seu coração

Onde eu dizia

Vim buscar o meu perdão.

 



Escrito por Ierê Ferreira às 02h12
[] [envie esta mensagem]



SAMBA – IDENTIDADE NOSSA

O samba é indiscutivelmente o gênero musical que confere identidade ao Brasil. Nascido da influência de ritmos africanos foi sofrendo inúmeras modificações por contingências das mais diversas - econômicas, sociais, culturais e musicais - até chegar no ritmo que conhecemos.

Simbolizando primeiramente a dança para anos mais tarde se transformar em composição musical, o samba - antes denominado "semba" - foi também chamado de umbigada, batuque, dança de roda, lundu, maxixe, batucada e partido alto, entre outros, muitos deles convivendo simultaneamente!

O Rio de Janeiro é uma cidade que respira cultura. O samba vence preconceitos a cada dia, graças à força do seu próprio ritmo. Derruba barreiras que separam classes sociais e raças. Assim, torna-se nobre por excelência.

 

O blogger que apresentamos aqui é uma homenagem a quem faz samba tornando mais ricas as nossas vidas. Axé! 



Escrito por Ierê Ferreira às 02h04
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]