Histórico
 Ver mensagens anteriores



Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Melodia Infinita
 Felipe
 Eu Sou Fubanga
 Samba-Choro
 Nininho Vai Sambar
 Ideias ao Vento
 Bate Tambor
 Do Meu Lado de Fora da Casinha
 Samba Carioca


Leva meu samba
 



Escrito por Ierê Ferreira às 17h38
[] [envie esta mensagem]



Homenagem ao dia nacional do Samba.

 

O Samba é meu dom

De Wilson das Neves

 

 
O Samba é meu dom

Aprendi bater samba, ao compasso do meu coração
De quadra, de enredo, de roda, na palma da mão
De breque, de partido alto e o samba canção.

O samba é meu dom
Aprendi dançar samba, vendo samba de pé no chão
No Império Serrano a escola da minha paixão
No terreiro, na rua, no bar, gafieira e salão.

O samba é o meu dom
Aprendi cantar samba com quem dele fez profissão
Mário Reis, Vassourinha, Ataulfo, Ismael, Jamelão
Com Roberto Silva, Sinhô, Donga, Ciro e João.

O samba é meu dom
Aprendi muito samba com quem sempre fez
Samba bom
Silas, Zinco, Aniceto, Anescar, Cachiné, Jaguarão
Zé Com Fome, Herivelto, Marçal, Mirabô, Henricão.

O samba é meu dom
É no samba que eu vivo e do samba que eu
Ganho o meu pão
É no samba que eu quero morrer de baqueta na mão
Pois quem é de samba o meu nome
Não esquece mais não".

Bezerra da Silva

Jamelão

Arlindo Cruz

Argemiro e Monarco

Martinho da vila e Martinalha

Noca da Portela

Jorge Aragão

Zeca Pagodinho

Paulinho da Viola

Bete Carvalho

Valter Alfaiate

Moacyr Luz e Luiz Carlos da Vila

Zé Keti

 

Dona Ivone Lara

 

Fotos: Ierê Ferreira

 

 

 



Escrito por Ierê Ferreira às 02h34
[] [envie esta mensagem]





Escrito por Ierê Ferreira às 16h18
[] [envie esta mensagem]



Sonho de bamba

Música: João Nogueira

 

Hoje eu estou cheio de alegria

E sou até capaz de me embriagar

Uns amigos bambas nesse dia

Me convidaram a participar

De uma escola de samba que é todo o meu dengo!

De um terreiro de bambas que é todo o meu mau!

 

Vou me mudar da tristeza

E morar na beleza do seu carnaval!

Vou me mudar da tristeza

E morar na beleza do seu carnaval!

 

Quero existir nesse azul

Repousar nesse branco

Portela, sou franco em dizer,

Que em matéria de samba

O meu sonho de bamba

Era mesmo você!

 

Pois se o azul é poesia

E se o branco é a paz

 

Minha Portela querida

Um poeta da vida

O que vai querer mais?

Minha Portela querida

Um poeta da vida

O que vai querer mais?

Foto: Ierê Ferreira

 



Escrito por Ierê Ferreira às 00h00
[] [envie esta mensagem]



Para quem ainda não curtiu a mais agradável roda de samba do Rio,

Aí vai uma dica: Eu (Ierê Ferreira), Renato Milagre e o Grupo Roda de Bamba,

esperamos vocês todos os sábados das 15 h às 22 h,

no Clube Renascença, na Rua Barão de São Francisco 35, Andaraí.

 

Agora confira algumas fotos.  

Serginho e seus convidados

Renato Milagre

Os comandantes Serginho, Meco e Carlinhos Doutor

A Canja do Grupo Trio Calafrio

Dinho na cuica, e Gil Ribeiro, no tantan

Raul no surdo, Ricardinho no cavaco e Pé de Pano no violão 

Eu e meu tamborim e a canja do percusionista Zero

Fotos: Ierê Ferreira e Marcio de Souza



Escrito por Ierê Ferreira às 21h43
[] [envie esta mensagem]



Herdeiros

Letra: Ecio de Sales

Música: Gil Ribeiro e Ricardinho

 

Foi na lavoura

Meu avô sofreu

Vovó chorou quando

Zumbi morreu

O meu velho pai

Essa lembrança

Que de mim

Não sai

 

Foi na senzala que aprendeu a amar,

Foi o quilombo que chamou de lá

 

Abenção meus avós

Que sempre olhou por nós

Eu a vi na minha mãe

Que me deu meu caminhar.

 

Abenção meus avós

Que sempre olhou por nós

Eu a vi na minha mãe

Que me deu meu caminhar.

 

 



Escrito por Ierê Ferreira às 20h41
[] [envie esta mensagem]



Nilze Carvalho é uma bela voz que une em um mesmo CD

Belos sambas, bossa e musica regional,

Destaque para ilusão á toa de Johnny Alf

Esta faltando você de Wilson das Neves e Délcio Carvalho

Somos nós de Wanderley Monteiro, Mario Lago Filho e Paulinho do Cavaco

 Agora confira a letra 

 

Somos nós

Wanderley Monteiro

Mario Lago Filho

Paulinho do Cavaco

 

Gravado por: Nilze Carvalho

 

Cada samba que nasce é encantamento

Um breve momento acordando o pais

O samba é um canto de paz

Embalando o lamento

Um grito a mais reforçando a raiz

 

Cada samba que brota é a flor mais formosa

A rosa jogando perfume na dor

Sempre que um samba floresce

A esperança aparece pelas mãos do compositor

 

E o samba se apresenta no valor das melodias

Rimas que o poeta inventa

Prazeres e melancolia

Tantas tristezas maquiadas

Nos disfarces lindos truques

Quantas paixões embaladas

Pelos mágicos batuques

 

Somos mensageiros de vocês

Mistura de loucura e lucidez

Somos todo mundo e cada um

Todos os lugares, lugar nenhum.

 Por isso quando um samba enfeitar a voz

Aplaudam, pois o samba somos nós.   



Escrito por Ierê Ferreira às 21h58
[] [envie esta mensagem]



Raio de Luar

De Nei Lopes e Dauro do Salgueiro

 

Sorri, o teu sorriso me ilumina!

Amor (ah meu grande amor)

Juro por essa luz divina

Que teu sorriso

É como um raio de luar

A refletir a mansidão do teu olhar

 

Meu Deus,

Conserva aceso o teu sorriso

Ele é a luz de que eu preciso

Pra meu caminho iluminar

 

Luz de minh’alma,

Chama que acalma

Que me incendeia sem queimar

Farol brilhando em alto mar

Salvando o amor de naufragar

Clarão de lua que se insinua

Pelos caminhos onde vou

Tamanha luz interior

Só pode ser amor.

 



Escrito por Ierê Ferreira às 12h28
[] [envie esta mensagem]



E o Samba de Raiz esta representado

Nesta perola de CD que dispensa comentários.

 

D. Ivone Lara

Aluízio Machado

Baianinho

Campolino

Dauro do Salgueiro

Elton Medeiros

Jair do Cavaquinho

Jurandir da Mangueira

Luiz Grande

Monarco

Nelson Sargento

Niltinho Tristeza

 



Escrito por Ierê Ferreira às 14h39
[] [envie esta mensagem]



Para que gosta de um bom Partido Auto

Minha dica é o CD Partido ao Cubo

Do grande Nei Lopes.

 



Escrito por Ierê Ferreira às 14h22
[] [envie esta mensagem]



Leandro D’Menor é a juventude do Samba.

Destaque para a musica Tem Gente.

 



Escrito por Ierê Ferreira às 14h11
[] [envie esta mensagem]



O samba é Pop Star!



Escrito por Ierê Ferreira às 09h04
[] [envie esta mensagem]



Os chapéus da Velha-Guarda

Guardam na memória as memórias

De outras histórias que o carnaval

Não vai contar.

Velha-Guarda do Império

Monarco

Fotos: Ierê Ferreira



Escrito por Ierê Ferreira às 01h18
[] [envie esta mensagem]



Desde que o Samba é Samba

Caetano Veloso e Gilberto Gil

 

A tristeza é senhora

Desde que o samba é samba é assim

A lagrima clara sobre a pele escura

À noite a chuva que cai lá fora

Solidão apavora

Tudo demorando em ser tão ruim

Mais alguma coisa acontece no sempre

Agora em mim

Cantando eu mando a tristeza embora

 

O samba ainda vai nascer

O samba ainda não chegou

O samba não vai morrer

Veja, o dia ainda não raiou.

O samba é o pai do prazer

O samba é o filho da dor

O grande prazer transformador.

Caetano e Minha filha Iarinha

Foto: Ierê Ferreira



Escrito por Ierê Ferreira às 10h29
[] [envie esta mensagem]



Festa da vinda

Cartola e Nuno Veloso.

 

Eu e meu violão

Vamos rogando em vão

O seu regresso.

Se soubesses como choro

E como peço

Pra que nosso fracasso

Se transforme em sucesso.

Apesar de todo erro

Espero ainda

Que a festa do adeus

Seja a festa da vinda

 

Já perdi tantos amores

Não notei diferença

Pensei que passava um século

Sem a sua presença

Misturada entre as pedras preciosas do mundo

Com um simples olhar

A você não confundo.



Escrito por Ierê Ferreira às 20h19
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]